-

{ Resenha } O coração dos heróis - David Malouf

Lido em: Abril 2015
Título: O coração dos heróis
Autor: David Malouf
Gênero: Fantasia, Drama, Mitologia Grega
Páginas: 256
Ano: 2011
Comprar: Livraria Cultura
Nota:  
A batalha entre gregos e troianos não termina em chamas. Existe sofrimento, tristeza e redenção no coração dos guerreiros. Quando todos acreditavam que as chamas que engoliam Troia eram o pior a se esperar, eis que Aquiles, possuído pelo desejo de vingar a morte de seu tão estimado Pátroclo, mata Heitor e arrasta seu corpo durante onze dias em sua carruagem, perto das muralhas da cidade. Nenhum grego — ou troiano ousa impedir o feito, a não ser o pai de Heitor, Príamo, rei de Troia, que precisa se despir de seu orgulho e grandeza e se dirigir ao território inimigo a fim de resgatar o corpo do filho. Um poderoso romance sobre a guerra de Troia, em que os humanos são muito mais que joguetes nas mãos dos deuses e no qual os sentimentos disputam acirradamente o domínio sobre o coração de cada guerreiro em campo de batalha.
Ao saber que se tratava de um livro de mitologia, fiquei animada, pois me interesso muito por todas as histórias heroicas e cheias de glamour dos heróis gregos, e ainda por cima quando se trata da guerra de Troia, um dos maiores acontecimentos da mitologia grega. Porém, não foi o que eu esperava — ação, aventura, muitas batalhas... Mas o cenário que me foi apresentado por David Malouf tratava muito mais do interior dos personagens que do exterior. "O CORAÇÃO dos heróis" — eu deveria ter ficado mais atenta, não? Mas isso não impediu que o livro contasse uma boa história. Ele até chega a ser grosso, mas seu espaço de margem é enorme, assim como o espaçamento entre as linhas e a fonte utilizada. Isso fez com que a leitura fluísse rapidamente. Porém, Malouf confundiu um pouco ao modificar o tempo da narrativa entre passado, presente e futuro, sem um aviso prévio. Sim, leitores, isso foi bem confuso, me obrigando a reler a mesma coisa várias vezes para poder "situar-me".

Os personagens foram trabalhados de forma excepcional e de total mérito do autor, pois a mitologia, da forma como ela é originalmente contada, não mostra muitos momentos de humanidade por parte dos personagens envolvidos, principalmente quando se trata de grandes batalhas. Mas em "O coração do heróis", eles têm um instinto de humanidade. Malouf baseou-se em pequenos trechos dos escritos mitológicos da antiguidade grega para dar vida a uma história em que uma boa parte dos fatos foi inventada por ele. Podemos ver a angústia e o desejo de vingança presente em Aquiles, suas perturbações, seus temores e seu coração de menino escondido sob o guerreiro de porte físico de causar temores. Príamo, o rei de Troia, pai de Heitor — este sendo morto e torturado todos os dias por Aquiles — se mostra ainda mais sensível, e sua transição rumo à humildade é a parte mais bela.

{ Resenha } Brutal - Luke Delaney

Lido em: Abril 2015
Título: Brutal
Autor: Luke Delaney
Gênero: Literatura estrangeira, Policial
Páginas: 416
Ano: 2015
Editora: Rocco Fabrica 231
Comprar: SubmarinoSaraiva
Nota:
Skoob
O que levaria alguém a golpear outra pessoa na cabeça e, na sequência, esfaqueá-la 77 vezes? O garoto de programa Daniel Graydon jamais imaginaria que encontraria tamanha perversão nos clientes com quem saía. Mas viu seu fim se aproximar ao ir contra sua regra de ouro: nunca levar os homens para casa. Seu parceiro sexual e algoz, porém, tinha algo de sedutor e era difícil recusar a proposta de uma noite regada a sexo, e muito bem paga. Daniel tornara-se apenas uma das vítimas de um personagem sombrio, cuja pulsão pela morte o levava a matar com regularidade e método. Cada morte representando um passo adiante no aperfeiçoamento da macabra arte de tirar vidas: cruel, dolorosa, limpa e sem pistas. Um desafio para a polícia de Londres e sua divisão de Crimes Graves do Grupo Sul, liderada pelo atormentado detetive-investigador Sean Corrigan.
Brutal é o primeiro thriller policial de Luke Delaney, que serviu por muitos anos na polícia londrina investigando crimes diversos, dos cometidos por assassinos em série aos resultados de conflitos entre gangues e máfias. Nos livros de Delaney, Sean Corrigan é o herói que encarna a missão de desvendar mortes e descobrir quem os cometeu, e fazê-los pagar. O violento passado do detetive fez com que ele desenvolvesse a incrível habilidade de reconhecer o mal onde quer que ele esteja. Ele sabe que precisa ser rápido o bastante para evitar que o assassino faça sua próxima vítima.
Uma história sobre um assassino cruel e metódico e um detetive que precisa conviver com seu passado que ainda o assombra. Elementos que parecem ser impossíveis de serem uma má combinação... Contudo, a história deixa um pouco a desejar, confiram o porque e aqueles que já leram compartilhem o que acharam!

{ Review } Not Another Bad Date - Rachel Gibson

Lido em: Abril 2014
Título: Not Another Bad Date
Autor: Rachel Gibson
Gênero: Chik Lit
Páginas: 384
Ano: 2008
Comprar: Amazon
Nota: 

Adele Harris nunca teve problemas para conhecer um homem - conhecer um bom homem que é quase impossível
Adele Harris já se encontrou com todos os nerds, mentirosos, perdedores. Egocêntricos, ninfomaníacos, e simplesmente maníacos. Ela se refez, levantou e agora está farta dos idiotas do mundo. Isto é mais que suficiente para fazer uma menina desistir definitivamente de se relacionar.
A menos que ela encontre um cara que fizesse seu coração palpitar como seu primeiro amor, Zach, o quarterback universitário que tirou seus pés do chão no último ano...até dispensá-la e casar com outra pessoa. Ok, então ele não era perfeito.
Mas quando Adele volta para Cedar Creek no Texas para uma emergência familiar, ela descobre que o galã de sua cidade natal ainda está tão sexy como nunca e agora ele está solteiro. Poderia ser o final da linha para Adele. Afinal, perdoar Zach por quebrar o seu coração anos atrás e confiar nele novamente pode destruir tudo o que ela aprendeu, porque Adele pode suportar qualquer coisa ... qualquer coisa, menos outro encontro ruim.
Not Another Bad Date, encerra a série amigas escritoras e vou confessar que estou um pouco triste pois me apeguei a essas mulheres fortes, decididas e incríveis. Eu não sei vocês, mas para mim o último livro de qualquer série que eu tenha realmente gostado é sempre o pior, não no sentido ruim gente, mas no sentido do desapego, é sempre mais difícil eu deixar partir, rsrsrs... O livro ainda não foi lançado no Brasil, uma pena realmente, pois é uma ótima história.

Para quem já leu minhas outras resenhas dessa série deve saber que a série amigas escritoras é composta por quatro livros que começa com com "Sex, lies and Online Dating" (não publicado no brasil) e conta a história da autora de mistérios Lucy Rothschild, depois vem a história da Clare, que é uma autora de romances históricos no livro Sem clima para o Amor. Já terceiro conta a historia de Maddie, no livro Sempre ao Seu lado e ela escreve livros baseados em crimes verdadeiros e para encerrar temos a história de Adele, que é uma escritora de livros sobrenaturais. Uma das coisas que mais gosto na série é isso, cada uma tem uma personalidade e um gosto completamente diferente da outra e são amigas que se apoiam e se dão super bem com essas diferenças.

{Resenha} Como eu era antes de você - Jojo Moyes

Lido em: Abril 2015
Título: Como eu era antes de você
Autor: Jojo Moyes 
Gênero: Literatura estrangeira, Romance 
Páginas: 320 
Ano: 2013 
Editora: Intrínseca
Comprar: SubmarinoCasas Bahia 
Nota:
Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Como eu era antes de você é uma linda história de amor, não daqueles tipos de clichês que vemos por aí, em que os mocinhos se apaixonam à primeira vista e salvam e transformam suas vidas, com um lindo final feliz.  O livro é o retrato fiel da vida, com todos os seus percalços e sofrimentos. A relação de Will e Lou é construída dia após dia e vai se transformando do descaso à profunda admiração e orgulho. Eles eram completos estranhos, mas adversidade da vida acabou aproximando-os e mudando por completo a trajetória de ambos. 

Depois do acidente Will ficou muito infeliz, com frequentes dores, infecções, limitações absurdas e dependia de todos. Além disso, tinha que lidar com olhares de descaso e piedade e com pessoas decidindo tudo por ele. Para alguém que havia sido cheio de vida, orgulhoso, cheio de opinião própria, era algo muito difícil de conviver e principalmente de se aceitar.

Como convencer alguém que está nessa condição de que é melhor continuar vivendo desse jeito? Quem tem o direito de dizer se devemos ou não morrer? A sociedade, o judiciário, nossos pais, Deus? O livro traz um tema extremamente delicado e polêmico: o direito de morrer.

{ Resenha } Não Pare - FML Pepper

Lido em: Março 2015
Título: Não Pare!
Autor: FML Pepper
Gênero: NA, Fantasia
Páginas: 327
Ano: 2014
Comprar: Amazon
Nota: 

Uma vida normal e tranquila seria tudo que uma adolescente odiaria ter, certo? Não para Nina!
Por que tinha que viver como uma nômade (ou fugitiva!), mudando de cidade ou país a cada piscar de olhos? Por que não podia saber nada sobre o paradeiro de seu pai? Por que sua mãe era tão neurótica e supersticiosa? Milhares de perguntas. Nenhuma resposta. O que significavam aqueles estranhos calafrios, acidentes e mortes que insistiam em acontecer ao seu redor? Teriam eles alguma ligação com o seu defeito de nascença? Ou seriam causados pelo selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores? Nina jamais poderia imaginar que aquele garoto sombrio de corpo escultural e fisionomia atormentada lhe abriria os olhos para um universo paralelo. Só ele tinha as respostas para os seus mais íntimos questionamentos, mas cobraria um preço muito alto para fornecê-las: A vida dela!

Eu queria ler esse livro a um bom tempo e estava cheia de expectativas pois li ótimas resenhas sobre ele. Bom, tenho que dizer que foi uma grande surpresa pois eu esperava algo bem diferente, mas foi uma surpresa boa.  Desde o começo do livro a autora deixa bem claro que Nina é de alguma forma especial e apesar da trama se passar num ambiente colegial, com aquelas velhas histórias de triângulos amorosos, amigas inseparáveis e tudo aquilo que nós já estamos bastante acostumados em livros desse tipo, o suspense e ação nunca saem de cena e as perguntas teimam em nos encher a cabeça: por que elas vivem mudando de cidade? Porque tanto segredo sobre o Nina? Por que a mãe é tão super protetora e não deixa ela fazer nada?  E isso segue até basicamente a metade do livro, quando começamos a ter algum tipo de resposta, o que nos faz ficar virando freneticamente as páginas para descobrir o que de tão especial Nina tem.

Já adianto para vocês que a história dela baseia - se no seu papel em uma antiga lenda, onde Nina sendo híbrida, ela poderá desencadear o apocalipse. Temida por uns, amaldiçoada por outros, Nina vai sofrer muito ao longo do livro. Ela vai ser vendida, amarada, espancada, traída e humilhada.Vou logo confessando que esse livro me rendeu alguns momentos de raiva contida contra a autora, rsrsrs, sério gente, a menina mal conseguia sair de uma emboscada e acabava em outra, todo mundo queria se aproveitar dela. porém Nina não é o tipo de personagem forte e avassaladora que eu realmente gosto não, ela é bastante dependente da ajuda dos outros e isso me decepcionou um pouco, pois esperava mais atitude da protagonista. 

{ Quotes de Livros } O estranho destino de Poison


Olá colecionadores, trago algumas citações do livro O estranho destino de Poison, que já tem resenha no blog. Se você ainda não viu, dá uma olhada! O traz muitos diálogos cheios de reflexões, além de uma história cheia de fantasia e aventuras.

"Não confunda acomodação com felicidade, Poison! Além disso - emendou, olhando para o fogo com expressão subitamente distante -, alguns nascem no lugar certo; outros precisam procurar por ele." 

{ Resenha } O estranho destino de Poison - Chris Wooding

Lido em: Abril 2015
Título: O estranho destino de Poison
Autor: Chris Wooding
Gênero: Literatura Juvenil, Fantasia
Páginas: 273
Ano: 2004
Editora: ArxJovem
Comprar: Saraiva
Nota:
Skoob

Voluntariosa, determinada, mas presa em Gull, aldeia situada em um pântano, a garota Poison se ressente da vida que leva. No Reino das Fadas, além dos limites de Gull, a história é outra: lá as coisas acontecem - e muitas vezes interferem no monótono Reino dos Homens. Como, por exemplo, o rapto de Azalea, a irmã ainda bebê de Poison. O resgate de Azalea levará Poison ao misterioso reino vizinho, repleto de paisagens assombrosas.

Esta é uma releitura que há muito tempo queria fazer... Acredito que o livro não seja muito conhecido, o li tem uns 10 anos e me lembrava de ter adorado a história e estava curiosa para saber se seria novamente uma aventura incrível, novamente me surpreendi!


{ Resenha } Invisíveis - Stef Penney

Lido em: Março 2015
Título: Invisíveis
Autora: Stef Penney
Gênero: Drama, Investigação
Páginas: 382
Ano: 2012
Editora: Intrínseca
Comprar: Submarino | Ponto frio 
Nota: 
Quando Rose se casou com o atraente Ivo Janko, integrante de uma família de ciganos nômades, muitos de perguntavam o que os dois tinham em comum. Rose é quieta e tímida. Ivo é taciturno, porém carismático. Depois que ela desapareceu, boatos diziam que ela fugira por causa de um filho que nasceu com o problema genético da família. Mas o pai de Rose, Leon, não tem tanta certeza disso. Ele quer saber a verdade e contrata um detetive particular para descobri-la. É aí que entra Ray Lovell, um detetive, que embora pouco renomado, tem a vantagem de ser descendente de ciganos. Lovell concorda em pegar o caso. No entanto, sete anos após o desaparecimento de Rose, ele teme que tenha se passado tempo demais. Além disso, sua investigação é dificultada pelas únicas pessoas que poderiam ajudá-lo: a família Janko. Trata-se de um clã fechado,e a última coisa que desejam é um estranho se metendo em seus assuntos particulares. Ray não consegue entender a relutância deles em ajudar. Qual é o motivo de não quererem que Rose Janko seja encontrada?
A história, que tem como narradores Raymond (o detetive de meia idade, Ray Lovell) e um jovem de 14 anos, JJ (James Janko), filho de uma cigana com um gorjio (não cigano), se passa dentro do universo cigano e da investigação. Raymond, assim como JJ, é meio cigano, mas diferente dele, não tem modo de vida cigana, vive estabilizadamente. A narrativa se confunde em dois tempos: quando Ray acorda em um hospital (vítima de envenenamento, bom citar), suas lembranças do passado, e a narrativa de JJ. Os narradores são justamente os observadores dos fatos, acima de qualquer suspeita. Ray foi contratado para investigar e por questão de honra, vai com o caso até o fim. JJ é um simples adolescente, mas quando se vê rodeado de mentiras, onde nada é o que parece — literalmente — faz suas próprias investigações, correndo muitos riscos e sofrendo a cada descoberta.

Tudo começa quando chega ao escritório de Ray em busca de seus serviços, um cigano de família conhecida por ser uma das poucas com hábitos ciganos ainda presentes no Reino Unido. Sua filha, Rose, está desaparecida a quase sete anos, desde que se casara com um cigano de família baixa, abandonando seu filho recém-nascido, que sofria com uma doença degenerativa, hereditária da família de seu esposo, Ivo Janko. Determinado a descobrir o paradeiro de Rose, Ray se envolve no mundo dos ciganos e mostra seu valor como detetive, em meio ao envolvimento misterioso com Lulu, a renegada da família Janko, que abandonou o modo de vida nômade e consequentemente, sua família, mas está disposta a defendê-la até o fim, gerando assim conflitos com Ray, que tem mil suspeitas a respeito de Ivo.

{ Filme } Uma Aventura LEGO

Título Original: The LEGO Movie 
Dirigido por: Christopher Miller,  Phil Lord
Duração: 100 minutos
Ano produção: 2014
Gênero: Animação, Comédia
Nota:




A aventura animada conta a história de Emmet, uma minifigura LEGO seguidora de regras e perfeitamente comum, que é erroneamente identificada como a pessoa mais extraordinária e a chave para salvar o mundo. Ele é recrutado para integrar uma sociedade de estranhos e seguir uma jornada épica para deter um tirano, uma viagem divertida para a qual Emmet vai totalmente despreparado.


Sabe aquele filme que você não dá nada... Estava passando os canais da TV e acabei caindo nesta aventura e fiquei encantada com tantas peças Lego! Além de ser visualmente muito bonitinho é também uma história divertida e com uma boa mensagem. 

{ Resenha } Toda a verdade - David Baldacci

Lido em: Março 2015
Título: Toda a verdade
Autor: David Baldacci
Gênero: Romance policial, Investigativo
Páginas: 295
Ano: 2011
Editora: Arqueiro
Comprar: Submarino
Nota: 

Shaw trabalha para uma agência secreta de inteligência e sua vida se resume a viajar pelo mundo à  caça de bandidos perigosos. Abandonado ainda bebê, sem laços afetivos e nem mesmo um nome próprio, ele nunca se importou com o fato de não saber se chegaria vivo ao fim do dia. Até agora. Envolvido com a alemã Anna Fischer, especialista em assuntos internacionais que trabalha para o Phoenix Group, em Londres, tudo o que Shaw quer é deixar essa vida para trás e se estabelecer tranquilamente ao lado da mulher que ama. Mas seus planos estão prestes a ser frustrados. Ao ver seus lucros diminuírem a cada mês, Nicholas Creel, dono da maior fornecedora de armamento militar do mundo, decide que é hora de provocar uma campanha de difamação contra o governo russo, cujos efeitos são bombásticos. Quando todos os outros países já estão preocupados com a nova Ameaça Vermelha, um sangrento ataque ao prédio do Phoenix Group aumenta ainda mais a tensão mundial. Em meio a tudo isso, Katie James, uma jornalista premiada que caiu em desgraça por causa do alcoolismo, tem acesso ao único sobrevivendo do Massacre de Londres que pode lhe dar o furo capaz de mudar sua vida. Enquanto as peças desse quebra-cabeça de juntam, Shaw parece ter pouco tempo para desarticular essa rede de intrigas e impedir que tenha início um conflito capaz de acabar com o mundo como o conhecemos.
Nunca havia lido um livro de David, mas sempre gostei de livros de investigação e espionagem. No entanto, Baldacci utilizou um método que o diferenciou um pouco dos demais: ele conseguiu formar uma teia entre os personagens de um jeito bastante peculiar, apelando para um sarcasmo posto na medida certa e também nos deu liberdade de imaginação. David conseguiu ainda, expressar sua posição a respeito da ordem política mundial de forma interessante, pois mesmo quem não entende muito de geopolítica, conseguiria situar-se com muita tranquilidade na história.

Então vamos falar sobre o enredo [rufem tambores...]: O mundo está em estado de alerta, desde que Nicholas Creel, junto à Dick (um "criador de notícias") espalham um vídeo de um suposto cidadão russo que acusa a Rússia de ser uma sádica terrorista com um regime ditatorial e que está preparando um massacre em grande escala. Por conta desses e outros acontecimentos, a vida de Shaw vira de cabeça para baixo, e seus planos de se aposentar como agente secreto para se estabilizar ao lado da noiva Anna, vão por água abaixo. Agora ele precisa correr contra o tempo para descobrir o que há por trás dessa "Ameaça Vermelha".

{ Resenha } As virgens suicidas

Lido em: Março 2015
Título: As virgens suicidas
Autor: Jeffrey Eugenides
Gênero: Literatura estrangeira, Romance
Páginas: 232
Ano: 2012
Editora: Companhia das Letras
Comprar: Submarino, Americanas
Nota:
Skoob
Num típico subúrbio dos Estados Unidos nos anos 1970, cinco irmãs adolescentes se matam em sequência e sem motivo plausível. A tragédia, ocorrida no seio de uma família que, em oposição aos efeitos já perceptíveis da revolução sexual, vive sob severas restrições morais e religiosas, é narrada pela voz coletiva e fascinada de um grupo de garotos da vizinhança. O coro lírico que então se forma ajuda a dar um tom sui generis a esta fábula da inocência perdida.

Anos 70, cinco irmãs adolescentes se suicidam e um conjunto de amigos da vizinhança tentam entender o que ocorreu. Uma história trágica, tratada com delicadeza e com narradores improváveis. 

Logo no inicio já sabemos que as cinco irmãs da família Lisbon irão tirar suas vidas, não sabemos como isso irá ocorrer ou quais os motivos as levarão a isso, mas os garotos da vizinhança irão nos ajudar. Através de entrevistas, fatos que eles os outros garotos e vizinhos vivenciaram passamos a conhecer um pouco mais sobre cada garota e a imaginar o que pode ter levado as mortes. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...