-

Review - Reviving Izabel - J. A. Redmerki

Lido em: Março de 2014
Resenhista - Natana Duarte
Título: Reviving Izabel
Autor: J. A. Redmerski
Gênero: Ficção, Suspense
Páginas: 373
Ano: 2013
Comprar: Amazon
Nota:

Determinada a viver uma vida sombria na companhia do assassino que a libertou da escravidão, Sarai pretende sozinha ajustar as contas com um sádico do mal. Não-qualificada e inexperiente na arte de matar, os eventos que se desenrolam a deixam pendurada precariamente à beira da morte, quando nada sai como planejado. As escolhas imprudentes de Sarai a enviam em um caminho que ela sabe que nunca poderá voltar atrás e assim ela se apresenta a Victor com um ultimato: ajudá-la a tornar-se mais parecida com ele e dar-lhe uma chance de lutar, ou ela fará isso sozinha, não importa as conseqüências.

Sarai conseguiu o que queria, está finalmente livre para seguir sua vida como alguém normal e é isso que ela faz. Vai para a faculdade, faz amigos e finge ser que não é e nunca será. Mas ela não se contenta com o que tem, a sede de vingança está lá, incrustada em seu coração, e ela finalmente se deixa vencer e parte, sem ajuda de ninguém, nessa missão suicida. Sarai se mete em encrencas e imagina quem aparece para salvá-la? Nosso lindo e sexy Victor. Ele sabe que não há o que possa tirar essa louca vontade de se meter em problemas que Sarai tem e começa à treiná-la.  Quando eles descobrem que o braço direito de Arthur Hamburgo, Willem Stephens, se aproxima em uma cruzada para destruir Sarai, ela fica com a esmagadora percepção que ela pode ter abocanhado mais do que ela podia mastigar, mas ainda assim ela assume novamente o papel de Izabel Seyfried, e agora com um conjunto novo de habilidades mortais próprias, irá provar que merece um lugar ao lado de Victor. Mas não acaba por aí não, ela precisa passar por um teste que pode ser capaz de fazê-la questionar tudo o que ela tem trabalhado tão duro para conseguir, bem como questionar sua decisão de querer essa vida perigosa e se tudo o que ela passou a confiar à respeito de Victor Faust é realmente verdadeiro.

News - Ela prefere as uvas verdes - Jader Pires

A editora Empíreo, parceira do blog, vai lançar em abril Ela prefere as uvas verdes, escrito por Jader Pires e com arte de Mateus Valadares.

Confira a capa:


ATUALIZADO!!


Sinopse: Para conquistar os leitores, os autores de contos precisam dominar a ciência da estrutura e do estilo, de modo a não inserir em sua narrativa detalhes que não sejam essenciais. É com essa precisão que Jader Pires tem conquistado fãs pela internet e agora publica seus contos no livro 'Ela prefere as uvas verdes'. As treze histórias presentes no livro estão repletas do cotidiano, por onde desfilam personagens das mais variadas origens; um vendedor de crack, um político, um casal de idosos e um mágico de circo. As angústias e alegrias experimentadas por todos esses personagens - e que também são nossas - são expressas em situações fortes e incisivas, mas por vezes bem-humoradas, que aproximam o leitor da trama, sem deixar de fora nenhum detalhe. Em 'Ela prefere as uvas verdes', entramos em contato com personagens em momentos surpreendentes de suas vidas. Momentos em que as perdas e os encontros trazem profundas transformações.



O lançamento será dia 23 de abril. Confirma mais informações sobre esse lançamento:

No facebook, o evento de lançamento na Livraria Cultura do Bourbon Shopping.

Entrevista com o autor.

O Site que ele participa, o Papodehomem.

Site Oficial.

Pré-venda pela Saraiva e na Livraria Cultura.

Resenha - Liberta-me - Tahereh Mafi

Lido em: Março de 2014
Resenhista: Natana Duarte
Título: Liberta-me
Autor: Tahereh Mafi
Gênero: Ficção, YA, Distopia
Editora: Novo Conceito
Páginas: 448
Ano: 2013 
Comprar:  Saraiva
Nota:
Abandonada à própria sorte, impossibilitada de tocar qualquer ser humano, Juliette vai procurar entender os movimentos de seu coração, a maneira como seus sentimentos se confundem e até onde ela pode realmente ir para ter o controle de sua própria vida. Uma metáfora para a vida de jovens de todas as idades que também enfrentam uma espécie de distopia moderna, em que dúvidas e medos caminham lado a lado com a esperança, o desejo e o amor. 

Liberta-me é o segundo volume da trilogia de Tahereh Mafi e bela escrita da autora está de volta em um livro mais engraçado, porém com pitadas de mágoa e decepção, fazendo com que a tensão no livro aumente a cada página virada. No primeiro livro, o foco principal era sobreviver e fugir das atrocidades do Reabastecimento, já na continuação, estamos mais conectados aos sentimentos e dilemas da heroína. Juliette vai ter que aprender a conviver com as pessoas sem matá-las e sem se sentir culpada por ser quem é. Ela vai ter que sair da bolha que criou para si e ajudar, como os outros estão fazendo, e essa mudança não será fácil. Juliette se frusta com muita facilidade, ela não entende seu corpo e não entende as pessoas que à cercam e isso à deixa com muitas perguntas não respondidas. Conseguimos nos conectar com os personagens e entender seus sentimentos, ainda que os três protagonistas esteja mais indecisos e complicados do que nunca. 

Warner é a maior revelação desse livro. Eu simplesmente não consigo odiá-lo. É o tipo de vilão que você quer que se dê bem porque lá no fundo ele não é tão mau assim, ou simplesmente porque a paixão dele nos faz entender seu ponto e vista. Warner teve uma infância terrível, repleta de repressão e medo e ainda é influenciado pelo pai autoritário mesmo depois de adulto, porém conseguimos perceber pequenos momentos de lucidez onde ele tenta fazer coisa certa. Warner é extremamente contraditório e nem posso imaginar qual vai ser seu destino. Espero realmente que Tahereh consiga nos mostrar mais um pouco da personalidade e desejos de Warner. Mas na verdade o ponto que quero com mais ênfase falar é a química entre ele e Juliette. Meu Deus, o que foi aquilo? Eu não sei mais com quem ela deve ficar, definitivamente não sei. Não que as coisas com Adam não tenham esquentado, pelo contrário, esse livro foi recheado de momentos de tensão e pegação, porém consigo entender as dúvidas de Juliette e ficar em dúvida junto com ela.

É tão difícil ser gentil com o mundo quando tudo o que você já sentiu é ódio. Porque é tão difícil ver a bondade no mundo quando tudo o que você já conheceu é medo. (Warner)

Capas brasileiras reveladas na semana!!

Confira as capas brasileiras que foram reveladas ao longo da semana:

Sinopses e datas de lançamentos:

News - Livro Atraído - Emma Chase

Já está a em pré-venda o livro Atraído da autora  Emma Chase. A publicação é feita pela Universo dos livros e a data prevista para o lançamento é 8 de abril. Você pode conferir a Review do livro aqui.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...